sábado, 13 de março de 2010

videoSOMOS DE NITERÓI ITAIPU, POR FAVOR VEJA O NOSSO VÍDEO LOJA DE ARTIGOS CATOLICOS E PRESENTES EM GERAL
DE ALGUMAS DAS NOSSAS MERCADORIAS QUE ESTÃO NA LOJA , MUITO OBRIGADA, PRECISAMOS DA SUA AJUDA . CASO SE INTERESSE MANDE E-MAIL QUE ENTRAREI EM CONTATO OU VISITE O NOSSO SITE www.casamaededeus.com.br OU NOS VISITE ESTRADA:FRANCISCO DA CRUZ NUNES,8305 LJ 203 TEL 2609 2094
EM FRENTE A KAORI
PAZ E BEM

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

A Morte


"Deixo a morte chegar, assim as lágrimas de dor e de saudade cessaram."

sábado, 23 de janeiro de 2010

Para Você

De: DEUS
Para: Você
Data: Hoje
Assunto: Sua Vida
Sou Deus. Hoje estarei cuidando de todos os seus problemas. Por favor
lembre-se de que não preciso de sua ajuda. Se a vida lhe apresentar uma
situação que você não possa resolver, não tente resolvé-la. Por favor,
coloque-as na caixa CDC (Coisas para Deus Cuidar). Todas as situações serão
resolvidas, mas no Meu tempo, não no seu...
Uma vez que o assunto esteja colocado na caixa, não se preocupe, nem se
apegue mais a ele. Ao invés disso, concentre sua atenção em todas as coisas
maravilhosas que estão presentes na sua vida agora. Se você ficar preso no
trânsito, não se desespere. Existem poucas pessoas, nesse mundo, para as
quais dirigir é um privilégio impensável....
Se você tiver um dia ruim no trabalho, pense naqueles que estão sem emprego
há tempos...
Se você se desesperar por um relacionamento que acabou, pense naquela pessoa
que nunca soube o que é amar e ser amado...
Se você se lamentar pelo fim de outro final de semana, pense naquela pessoa,
nas ruas, trabalhando doze horas diárias, sete dias por semana, para
alimentar os seus filhos...
Se o seu carro quebrar lhe deixando longe de algum lugar para buscar
auxílio, pense no paraplégico que adoraria a oportunidade de dar essa
caminhada....
Se notar um novo fio de cabelo branco quando olhar o espelho, pense nos
pacientes com câncer, em tratamento de quimioterapia, que adorariam ter
cabelos para examinar....
Se você se encontrar perdido e ponderando sobre o que é a vida, afinal, se
perguntando qual é o meu propósito, seja grato. Existem aqueles que não
vivem o suficiente para ter essa oportunidade...
Se você se encontrar como vítima da amargura, ignorância, pequenez ou
insegurança de outras pessoas, lembre-se, as coisas poderiam ser piores...
Você poderia ser uma delas!
Se você decidir mandar esse memorando para um amigo - OBRIGADO !!!! Você
poderá ter tocado a vida dele de formas que você nunca saberá!!!!

Carta de um drogado ao pai

Esta é uma carta de adeus de um jovem de 19 anos. O caso é verídico. Aconteceu num hospital de São Paulo. "Acho que neste mundo ninguém procurou descrever seu próprio cemitério. Não sei como meu pai vai receber este relato, mas preciso de todas as forças enquanto é tempo. Sinto muito meu pai, acho que este diálogo é o último que tenho com o senhor. Sinto muito mesmo... Sabe pai, está em tempo de o senhor saber a verdade de que nunca desconfiou. Vou ser breve e claro. Bastante objetivo. O tóxico me matou. Travei conhecimento com meu assassino aos 15 anos de idade. É horrível, não pai? Sabe como conheci essa desgraça? Por meio de um cidadão elegantemente vestido. Bem elegante mesmo, e bem falante, que me apresentou ao meu futuro assassino: a droga. Eu tentei recusar, tentei mesmo, mas o cidadão mexeu com o meu brio. Dizendo que eu não era homem. Não é preciso dizer mais nada não é pai? Ingressei no mundo do vício. No começo foi uma maravilha; depois as tonturas. A escuridão. Não fazia nada sem que o tóxico estivesse presente. Em seguida veio a falta de ar. O medo, as alucinações. E logo após a euforia do pico. Novamente eu me sentia mais gente do que as outras pessoas. E o tóxico, meu amigo inseparável, sorria, sorria. Sabe meu pai, a gente quando começa acha tudo ridículo, e muito engraçado, até de Deus eu gozava, curtia muito de quem falava Dele. Hoje no leito deste hospital reconheço que Deus é mais importante que tudo no mundo. E que, sem a sua ajuda, eu não estaria escrevendo esta carta. Pai, eu só estou com 19 anos, e sei que não tenho a menor chance de sobreviver, é muito tarde para mim, mas ao senhor meu pai, eu tenho um único pedido a fazer: mostre esta carta a todos os jovens que o senhor conhece. Diga-lhes que em cada porta de escola, em cada cursinho de faculdade, e cada canto da noite, em qualquer lugar há sempre um homem elegantemente vestido e bem falante que irá mostrar-lhe o futuro assassino e destruidor de sua vida e que os levará à loucura e à morte, como aconteceu comigo. Perdoe-me pai, sofri demais, perdoe-me também por fazê-lo sofrer pelas minhas loucuras. Tenho que terminar, eu não consigo mais escrever nada, na minha garganta tem um nó, que se eu não cuidar, vou acabar chorando, e não posso chorar porque todo o meu corpo dói. Estou me sentindo asfixiado, meu pulmão está como se quisesse explodir, meu corpo dói tanto até parece que passou um trem por cima. Perdoe-me. Adeus, meu pai ". Algumas horas após escrever esta carta, o jovem morreu.